Hepatite B

Hepatite B - Instituto Helmont

Vamos falar sobre Hepatite B?

⚠️ A transmissão é feita por contágio sexual, sangue, no momento do parto e pelo leite materno e por isso é considerada uma DST (Doença Sexualmente Transmissível);

⚠️ Na fase aguda, os sintomas são leves, como cansaço, febre baixa, náuseas e vômitos, dor abdominal, dor articular e icterícia (pele e olhos amarelados). Pode curar espontaneamente após 6 meses. Se não houver a cura espontânea, a doença cronifica e pode durar anos, de maneira assintomática e consequentemente sem tratamento, o que pode levar o paciente à cirrose ou câncer hepático. A chance maior de se tornar crônica acontece quanto mais jovem se adquire a doença;

⚠️ O tratamento na fase aguda é feito com imunoglobulina e a primeira dose da vacina deve ser tomada o mais rápido possível diante da exposição ao vírus em pessoas não vacinadas anteriormente. Essa medida também é adotada em bebês de mães portadoras do vírus no momento do parto;

⚠️ Na fase crônica, o tratamento consiste em medicamentos antivirais e, em casos extremos, pode ser indicado transplante de fígado;

⚠️ É possível prevenir a doença por meio da vacina que é administrada no total de 3 doses. Atualmente, todos os bebês já saem vacinados da maternidade. Durante o pré-natal, identificamos as mamães não vacinadas e atualizamos a vacina ao longo da gestação.

Previna-se!!!