Informações Sobre o Surto de Sarampo

Informações Sobre o Surto de Sarampo - Instituto Helmont

O sarampo, doença antes erradicada no Brasil, teve um surto neste ano registrando novos casos em Roraima, Amazonas, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro. Em 2016, o Brasil recebeu da Organização Mundial da Saúde, um certificado de eliminação do vírus, com o último caso registrado no ano de 2000. Isso foi possível porque no Brasil a média de vacinação atingia 95%, porém as taxas de vacinação em nossos países vizinhos não são tão altas assim.
Os casos registrados em Roraima se relacionam muito com a imigração de venezuelanos para o Brasil e, agora, com a Copa do Mundo, a preocupação aumentou. Foram registrados, na Rússia, mais de 1000 casos de sarampo neste ano, e estima-se que 62 mil brasileiros tenham visitado o país por conta dos jogos, correndo o risco de importar novamente o vírus do sarampo e intensificar ainda mais este surto.

O sarampo é uma doença grave e a contaminação do vírus acontece pelas vias aéreas, quando há contato com gotículas de secreção com a mucosa, da mesma forma que a gripe, assim, o doente inicia a transmissão antes dos sintomas, antes mesmo de saber que está doente. Não é necessário que haja contato físico para que a doença seja transmitida. Por exemplo: se uma pessoa espirrar de até 2 metros de distância, há a possibilidade de gotículas de seu espirro entrarem em contato com uma pessoa saudável e a contaminar.

O sarampo causa febre alta, mal-estar, coriza, conjuntivite e o sintoma mais visível é a aparição de manchas vermelhas que se espalham por todo o corpo, mas em casos mais graves pode ser fatal. O sinal patognomônico do sarampo, ou seja, sintoma que o diferencia de outras doenças, são os Sinais de Koplik (pequenos pontos brancos, com vermelhidão em volta), que aparecem na mucosa bucal, antecedendo as manchas vermelhas que se espalham pelo corpo.

A vacinação contra o sarampo, em todo o país, está abaixo do esperado, porém, a melhor forma de evitar o sarampo é através da vacinação! O Ministério da Saúde mobilizará no mês de agosto, uma campanha de vacinação contra a doença a fim de conter este surto. A proteção contra o sarampo vale para todos, então fique atento e vacine-se!